ESSAS ARANHAS PODEM PROVOCAR GRAVES ACIDENTES!!!

 

 

Descrição e hábitos da aranha.

As "aranhas marrons" (Loxosceles sp) são muito comuns em Curitiba e Região Metropolitana, sendo raras as residências onde não são encontradas.

São animais pequenos, medem em torno de 4 cm quando adultas. Sua coloração é marrom e possuem pernas longas e finas.

Não são agressivas, gostam de lugares escuros, quentes e secos.

No ambiente externo, vivem debaixo de cascas de árvores, em folhas secas, em buracos, em telhas e tijolos empilhados, muros velhos, paredes de galinheiros e outros.

Dentro das casas, ficam atrás de quadros, armários, no meio de livros, caixas de papelão e outros objetos que não são muito remexidos.

Constróem teias irregulares com aparência de algodão esfiapado e se alimentam de pequenos animais (formigas, tatuzinhos, pulgas, traças, cupins etc.)

 

Como acontecem os acidentes.

As Loxosceles saem em busca de alimento à noite, e é nessa oportunidade que podem se ocultar em vestimentas, toalhas e roupas de cama.

Os acidentes acontecem quando a pessoa ao vestir, ou mesmo durante o sono, comprime o animal contra a pele.

A picada nem sempre é percebida pela pessoa, por ser pouco dolorosa. A dor pode ter inicio várias horas após.

As alterações locais mais comuns são: dor, vermelhidão, mancha rocha, inchaço, bolhas, coceira e enduração. Tardiamente podem ocorrer várias outras graves alterações.

 

Precauções necessárias

- Combater a proliferação de insetos, para evitar o aparecimento das aranhas que deles se alimentam;

 

Locais de atendimento e informações

No caso de ocorrência do acidente com a "aranha marrom", procurar o quanto antes o posto de saúde mais próximo ou um dos prontos-socorros da cidade. Se possível levar a aranha junto.

  • Qualquer informação pode ser dada pelo

     

  • CIT

    Centro de Informações Toxicológicas

    Telefone 148

    Curitiba (DDD 0XX41)

    O CTI dá informações em regime de

    plantão permanente.