Wednesday, December 13 2017
Advertisement
Home
Menu Principal
Home
O que é C.C.S.G
Estatuto
Informativos
Conheça nosso Bairro
Vizinho de Olho
Dicas de Segurança
Comércio Local
Profissionais Liberais
Banco do Emprego
Forum
Comunidades
Utilidades Públicas
Notícias
Artigos
Ofícios
Pesquisar
Ponto Base
Contato
Solte a Voz
Webmail
Administrador
Autenticação





Esqueceu a senha?
Sem conta? Criar Conta!
Eventos
Dezembro 2017
D S T Q Q S S
26272829301 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31 1 2 3 4 5 6
Netux Tecnologia
Meu IP:
54.92.194.75
Últimas Notícias


Governo publica novas regras da Previdência PDF Imprimir e-mail
O governo publicou ontem no Diário Oficial da União o decreto que regulamenta as novas regras para o seguro acidente de trabalho no País. O decreto cria um Fator Acidentário de Prevenção (FAP), que será multiplicado ao número de acidentes registrados em cada empresa. Quanto maior o resultado, maior a alíquota sobre a folha de pagamento.

Brasília (AE) - O governo publicou ontem no Diário Oficial da União o decreto que regulamenta as novas regras para o seguro acidente de trabalho no País. O decreto cria um Fator Acidentário de Prevenção (FAP), que será multiplicado ao número de acidentes registrados em cada empresa. Quanto maior o resultado, maior a alíquota sobre a folha de pagamento.

O decreto também facilita o requerimento de auxílio-doença pelo trabalhador, já que a concessão não dependerá mais da comunicação de acidente pelos empregadores. Os médicos peritos do INSS poderão autorizar o benefício a partir da constatação de que determinada doença pode ser ocupacional, sem esperar que a empresa comunique formalmente o fato.

O mesmo decreto regulamenta o plano simplificado de Previdência Social para trabalhadores autônomos, aprovado no final do ano passado, na nova lei geral das micros e pequenas empresas. Pelo decreto, o autônomo, incluindo donas de casa e estudantes, que fizer a opção pela exclusão do direito ao benefício de aposentadoria por tempo de contribuição, poderá contribuir com uma alíquota de 11% sobre o salário mínimo. Atualmente a alíquota é de 20%.

Qualquer trabalhador autônomo poderá participar do novo sistema e não haverá impedimento para que os atuais profissionais que já recolhem 20% migrem para o novo sistema. O plano simplificado dará direito apenas a benefícios com valores de um salário mínimo e passará a vigorar a partir de 1.º de abril deste ano.

 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
Enquete
O que devemos melhorar em nosso bairro:
 
Usuários Online
Sociesc
© 2017 CONSEG - Conselho Comunitário de Segurança do Guabirotuba
Joomla! é um software livre disponibilizado sob licença GNU/GPL.